Histórico

Criado em 2012, no âmbito da Universidade Federal de Uberlândia/UFU, em atendimento ao primeiro chamamento público do MCTIC para a criação de Núcleos de P&D em tecnologia assistiva, originalmente denominou-se “NÚCLEO DE HABILITAÇÃO REABILITAÇÃO EM ESPORTES PARALÍMPICOS-NH/RESP. A partir de junho de 2018, em função de diversos projetos inovadores na área do Esporte Paralímpico, o NH-RESP passou a denominar-se, CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS PARA O ESPORTE PARALÍMPICO – CINTESP.Br.

O Centro Brasileiro de Referência em Inovações Tecnológicas para o Esporte Paralímpico – CINTESP.Br desenvolve “Inovações Tecnológicas” em esportes paralímpicos com ações apoiadas pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), criado dentro do Modelo de Implantação de Centros de Inovações Tecnológicas de Soluções em Esportes e Saúde, de modo a atender à Pessoa em Desvantagem Funcional (PDF). A sigla PDF engloba os termos Pessoa com Capacidade Reduzida (PcR), Pessoa com Deficiência (PcD) e Pessoa com Incapacidade (PcI). O CINTESP.Br foi instituído para atendimento à demanda em inovações tecnológicas para o esporte Paralímpico através de um centro multidisciplinar de pesquisadores, profissionais e associações parceiras.